Se quiser, venha comigo. Vou lhe contar uma história. Vou lhe mostrar uma coisa...

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

     Pensei em parar. Pensei pela milésima vez [mentira, apenas a segunda] excluir o blog. Mas estou aqui, não quero excluir. Não vai ser apagando as coisas aqui que minha vida se resolverá [é, já cheguei a essa conclusão pela segunda vez, rs]. A vida não tem botão DEL [infelizmente] e não tem liga/desliga. Não dá pra controlar certas coisas, certos pensamentos, certos sentimentos. Então, voltei.
     Nossa vida é como um livro escrito a máquina de escrever. Você recebe os papéis em branco quando nasce e tem que aprender a escrever sozinho. No começo é dificil, mas acontece aos poucos. Aos poucos também, as experiencias vão surgindo e com elas as decepções. Chega uma hora que você tem que virar a página, mesmo sem que ela tenha acabado, pois continuar olhando para aquilo tudo só te fará sofrer. Mas mesmo virando a página, o resto da história nunca fará sentido se não se levar em conta as páginas anteriores, por piores e mais dolorosas que elas sejam. O que se tem a fazer é virar quantas páginas forem necessárias para evitar sofrimentos; lembrar que quando escrevemos em máquinas de escrever não dá pra apagar; e o mais importante, saber que apesar dos erros anteriores você ainda tem muitas páginas em brancas para poder continuar escrevendo.

Pra acabar, uma música. Já to me acostumando com isso, rs.
Desejo que você tenha quem amar
E quando estiver bem cansado
Ainda, exista amor pra recomeçar
Eu te desejo, muitos amigos
Mas que em um você possa confiar
E que tenha até inimigos
Pra você não deixar de duvidar
Quando você ficar triste
Que seja por um dia, e não o ano inteiro
E que você descubra que rir é bom,
Mas que rir de tudo é desespero


Enfim, Feliz Natal \o
E nada de papais-noéis, ok.
Vou contar um segredo: Eles não existem! [dica]


3 comentários:

  1. Um dia quando a Lua nao aparecer será um dia triste;e quando o vento soprar na direção contraria podemos ficar solitarios. Breve seja o tempo gasto com besteiras, saudavel seja o amor que tenha a se compartilhar. Curtir cada sorriso radiante e cada abraço revigorante. Perder seus medos e não acreditar que possam seus piores erros, mas sim os seus melhores obstaculos! Sorte de alguem que tem amigos.

    ResponderExcluir
  2. desistir é dar o braço a torcer, e de perdas (desistencias) a vida ta cheia! eu acompanho seu blog desde o inicio e você ainda tem um caminho pela frente :)

    ResponderExcluir
  3. Eu gosto daqui Pinguin!
    Você é do caralho!
    É meio que um pé na porta quando leio as coisas que você escreve.
    Tipo 'é isso e ponto, agrade ou não agradando essa pessoa que aparece nessas linhas sou eu, prazer é todo seu, vai chupar uma laranja'

    Mas não importa o que agente faça ou o que agente escreva, o que ta escrito na gente, é na gente que fica, ninguém fica sabendo.

    ;)

    ResponderExcluir