Se quiser, venha comigo. Vou lhe contar uma história. Vou lhe mostrar uma coisa...

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Quero falar. Quero falar muito, falar tudo, estou realmente precisando. Porque o ano está acabando cara, e esse foi o mais tenso de toda minha curta vida de 17 anos. Porque muitas coisas aconteceram, e coisas que nunca imaginei, de verdade. Porque meu passarinho morreu, aprendi a tocar violão "não é uma coisa que se diga: nossa como ela toca violão! mas já é alguma coisa, eu sempre quis isso *-* " , eu li livros, não conheci lugares  "kk, ta isso foi comum!", me surpreendi com muitas coisas, muitas pessoas, muitas situações, me apaixonei "e pela primeira vez com tanta intensidade!", não fiz ENEM "como sou rebelde, beijos", comecei a comer chocolate "eu não comia antes!", chorei muito, me decepcionei muito, mas ri muito também. Foram sentimentos tão opostos. E hoje senti como se meu cérebro tivesse congelado por muito tempo e de repente bateu o sol e o gelo derreteu. 
Tudo o que se passa aqui dentro:

1- MUDANÇAS
Não sei por qual idiotice eu tirei essa conclusão, mas são fatos! (rs). Quando tem alguma coisa que a gente quer mudar na nossa vida, a gente corre pro cabeleireiro e corta o cabelo. Isso sempre acontece: antes de se tomar uma decisão importante ou quando uma mudança acontecerá com sua vida. Experiencia própria e observação de experiencias alheias. É tosco mas faz sentido. Ninguém corre pro cabelereiro do nada, sem propósito, só para cortar o cabelo e fim. Minha amiga fez isso uma vez, eu ja fiz isso, todo mundo um dia já fez isso. É como uma forma de mudar primeiramente por fora, uma forma de se preparar. PS: mas isso não serve para osa carecas -fato!

2- IMPORTÂNCIA
Quando alguém nos magoa, pensamos que a melhor maneira é esquecer tudo e ignorar. Mas as pessoas que realmente importam jamais serão esquecidas. Mesmo a pessoa que mais se ama, poderá te fazer sofrer, mas o importante foi cada segundo, cada coisa boa que aconteceu, e isso jamais será esquecido. Tudo tem começo, meio e fim. Isso não significa que só porque o fim chegou o começo e o meio não serão mais lembrados.

3- SENTIMENTOS
Não é novidade que eu sempre tive problemas com os meus. Sei que isso é caso de psicólogo, mas se eu fosse no psicólogo passaria a consulta inteira olhando pra ele. Eu não saberia, jamais, falar qual era meu problema. Mas então, quando eu estiver mal, não tente arrancar palavras de mim, eu não conseguirei explicar e você me achará uma completa idiota!

4- RESPEITO
O mundo é o mesmo, mas as pessoas não são. Elas são tão mesquinhas e idiotas. Tão superficiais. Qual é o problema em vestir uma calça colorida? Qual o problema  em escutar forró? Qual o problema em ter cabelo enrolado ou liso, em ser gorda ou magra? O que as pessoas têm a ver com isso? Aqueles cantores  coloridos usam seu dinheiro? O cabelo daquela menina afeta em que a sua vida? Eu? Tenho cabelo ruim, não gosto de calça colorida, e nem tenho problemas quanto a isso. Quer usar? USA. Quer escutar forró, funk, axé, o escabau? ESCUTE. Quer ter cabelo enrolado, fazer chapinha? FODA-SE. Faça o que quiser. E deixem que os outros façam também.
PAREM DE SER MESQUINHOS! DEIXEM AS PESSOAS VIVEREM.
"Se cada um se metesse  com sua vida,
o mundo giraria mais depressa!"

5- AJUDAR
Um dia serei importante para alguém. 
Arrancarei sorrisos de pessoas desesperadas e sem esperança. Serei essencial para fazer um dia mudar de cor. Farei diferença na vida de alguma pessoa. Ajudarei da melhor forma possível: sem receber nada em troca além de um muito obrigado.  E farei o possível para que meu sonho e o de muitas pessoas tornem-se realidade.
"Quem não vive para servir
Não serve para viver."

6- FUTURO
Não quero caminhar sem direção. Quero saber aonde estou indo, por que estou indo e o que eu poderei encontrar quando chegar. Não tenho pressa, as coisas acontecem quando têm que acontecer. Só não vou ficar parada. Quero arriscar, tentar, até conseguir. Mas eu arrisco, apenas, no que realmente quero. As opiniões? Aaah, essas a gente deixa de lado. O apoio é o mais importante. E que eu consiga, sem jamais dizer que eu nunca tentei.

ENFIM, FALEI DEMAIS HOJE. 
MAS DORMIREI MAIS TRANQUILA.

item mudança, dedicado a JÉSSICA ARAÚJO *-*

5 comentários:

  1. ahhhh...obrigada pelo comentário!!!!
    eu não sei se quero esquecê-lo, só quero parar de sofrer em vão... entende? bah, não sei explicar... história longa, 10 anos, muitas coisas aconteceram... enfim...
    bjossss

    ResponderExcluir
  2. Jéssica! Gostei daqui sabia..Vou segui-la tb! Bju

    ResponderExcluir
  3. Ei senhorinha ... isso tudo é mais que normal e você realmente resumiu de forma bem objetiva mesmo.
    E não tem nada de conclusão idiota, todo mundo acredite passa por isso!
    É só pra amadurecer mesmo, pior é que boa parte dessas loucurinhas nós vamos continuar passando!!!

    =D

    ResponderExcluir
  4. Ameeey e vc sabe disso...
    sempre quando preciso vc está comigo..obrigada por dedicar o post pra mim
    Te amoo pinguiim! *----*

    ResponderExcluir