Se quiser, venha comigo. Vou lhe contar uma história. Vou lhe mostrar uma coisa...

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Por que as palavras me fogem? Por que elas não querem a minha compania? De fato elas não são as únicas. E todos continuam a tratar isso como algo tão normal, como se fôssemos arquivos que podem ser mandados para a lixeira quando bem entenderem. Como programas de computador que podem ser excluídos quando surgirem versões mais modernas e que exerçam mais funções (e aquela antiga já não lhe serve mais). Não sou uma máquina. Não sou e nunca serei. Eu tenho um coração e por incrível que pareça, ele ainda bate.

2 comentários:

  1. Algumas pessoas parecem só ter a tecla "delete" em seu teclado não é? quando o que mais deveriam fazer era apertar enter..

    adorei também seu blog, vou ficar seguindo!

    ResponderExcluir
  2. É só eu sumir um pouco que você muda tudo por aqui? auhauhauhau
    Isso ai, 'eu também tenho coração'... -Homem de lata - Magico de Oz.
    xD

    BjauM!

    ResponderExcluir