Se quiser, venha comigo. Vou lhe contar uma história. Vou lhe mostrar uma coisa...

sábado, 27 de março de 2010


Há ocasiões em nossa vida que a noite parece interminável. É assim quando todas as esperanças parecem ter ido procurar refúgio em algum lugar, menos no nosso coração. Queria poder brincar de astronauta, mas de uma forma bem real. Poder voar bem alto e ficar bem longe de tudo isso, talvez tudo passe logo. Mas que passe e
                          não me leve junto

Um comentário:

  1. Amiga amoo seus textos !
    voooc é demais !
    a unica que me entende !!
    visita lá:
    http://www.fotolog.com.br/tamiresbarreto

    ResponderExcluir